Notícias

Haus München completa 50 anos e se prepara para celebrar em grande estilo com uma série de ações comemorativas

Neste mês, a casa inclui dois novos pratos alemães no cardápio e lança rótulo próprio de cerveja artesanal

Referência na gastronomia alemã e na cultura de cervejas especiais em Belo Horizonte, o restaurante Haus München celebra seus 50 anos a partir de novembro. A casa oferece ao público, a cada visita, uma verdadeira experiência gastronômica por meio de uma imersão na cultura germânica.

O Haus deu início às atividades na década de 60, quando o casal alemão D. Anttonieta Voight e Gerhad Voight abriu as portas com a intenção de trazer todos os sabores da sua cultura natal para a cidade. Isso confere ao restaurante uma raiz legítima e fiel às tradições e receitas do país.

Há dez anos, o empresário Rodrigo Ferraz assumiu o controle da casa e implantou novas ideias, deixando o local ainda mais atraente, como a produção própria de embutidos, novo cardápio – mais alemão e com opções de pratos da gastronomia clássica. Foi dessa nova gestão também a inclusão de uma extensa carta de cervejas especiais, com mais de 120 rótulos, em uma época em que a cultura cervejeira na cidade ainda era pontual. O Haus München tornou-se um dos poucos locais em Belo Horizonte, onde era possível ter acesso a rótulos internacionais com grande variedade. E ainda é.

Uma série de ações dará início às comemorações dos seus 50 anos. Recentemente Felipe Tavares – gestor do grupo de empresas e Pablo Carvalho – beer sommelier, viajaram para a Alemanha, a fim de pesquisar tendências e novidades do cenário cervejeiro. A partir das pesquisas, no mês de novembro, novos pratos alemães serão incluídos no cardápio. Haverá também o lançamento tão esperada da Cerveja Haus, rótulo exclusivo, de fabricação própria, que reforça ainda mais o conceito da casa como melhor carta de cervejas da cidade.

E esse é só o início, as ações comemorativas vão se estender por todo o ano de 2018 e estão previstas atividades como abrir as portas da cozinha para renomados chefs alemães, além de novidades envolvendo a gastronomia e cultura do país.

“O Haus é um patrimônio de Belo Horizonte. Completar 50 anos é um grande marco na nossa história e da cidade. Temos muito para comemorar!”, conta a gestora Fernanda Bicalho.

A CASA

Os 140 lugares, se dividem entre o salão frontal sob teto retrátil – que tem todo o charme dos biergartens alemães, e o salão interno, em que dá uma visão da cozinha, toda de vidro. Ainda próximo à entrada, existe um espaço confraria, criado para degustações e aulas; mas à frente, os freezers que abrigam os mais de 120 rótulos de cervejas especiais, entre nacionais e importados. O espaço é ideal para reuniões entre amigos, desde pequenos grupos, até festas como aniversários e eventos corporativos.

PRATOS E PRODUÇÃO DE EMBUTIDOS

Uma das características fortes da casa é a produção de embutidos. O chef Márcio Santoro coordena no coração da casa – uma ampla cozinha, uma pequena fábrica de salsichões e linguiças. Entre eles, salsicha de vitelo, linguiça de pequi e salsicha frankfurt estão entre os mais pedidos pelos clientes. No menu, opções de combinados que permitem que o cliente possa provar os diferentes sabores em um só prato.

Além das duas novidades que vão integrar o cardápio em novembro, no Haus München é possível encontrar pratos tradicionais da gastronomia clássica e alemã. Exemplo disso é o filet a parmegiana, que está no cardápio desde a inauguração da casa e atravessa décadas conquistando o paladar dos clientes.

Na linha alemã, está o mais famoso joelho de porco da cidade, o tradicional rosbife com salada de batatas e o “combinado” entre os mais pedidos. O bife à parmegiana é um clássico do restaurante, que também tem opções de peixes e saladas.


CARTA DE CERVEJAS

A carta de cervejas, sob curadoria do beer sommelier Pablo Carvalho, possui uma variedade enorme de rótulos de todos os lugares do mundo. Não à toa, tem sido eleita anualmente como a melhor carta de cervejas da cidade. Rótulos premiados como as belgas Delirium Tremens e Chimay Blue – trapista, além da limitada Deus Brut des Flandres – que tem produção de 15 mil garrafas/ano, podem ser encontradas no Haus e harmonizadas com o menu.

Foto: Divulgação

Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.