Eventos

Visita mediada às exposições: Mundos Indígenas e Demasiado Humano

Praça da Liberdade, 700 - Funcionários, Belo Horizonte

Espaço do Conhecimento UFMG

(31) 3409-8350

Gratuito

Sexta-feira, 14 de janeiro, às 15h


A atividade presencial,  consiste em um  passeio  com o público pelo universo dos povos Yanomami, Ye’kwana, Xacriabá, Maxakali e Pataxoop, que contem sua própria história  na exposição. Cada visita contará com até 10 participantes e seguirá os protocolos de segurança estabelecidos. 
Dias: : 05, 07, 09, 12, 14, 16, 19, 21, 23, 26 e 28 de janeiro
Horário: 15h

Também é possível visitar a exposição  Demasiado Humano e ainda,  no primeiro andar do museu, serão  disponibilizados computadores para os visitantes navegarem pela  exposição virtual Sertão Mundo.

Outras atividades presenciais

Fases da Lua 

Dia:  08, às 15h

A oficina, elaborada pelo professor Francisco Prado,  vai ensinar os participantes a prever a visibilidade da Lua em qualquer dia e horário, descobrir quando ela nasce e se põe, entender suas fases e o porquê da ocorrência de eclipses. Serão utilizados modelos construídos em papel, a luz do Sol e o próprio corpo dos participantes para a compreensão dos fenômenos.

Público: crianças a partir de 07 anos, adolescentes, jovens e adultos (até 10 participantes e seguindo os protocolos de segurança estabelecidos).

Desdobrando o museu: Aves do Sertão

A oficina "Desdobrando o museu: Aves do Sertão'' é um convite para a construção de origamis (dobraduras em papel), com inspiração na instalação “Ave, Sertão!”, da artista Dilce Laranjeira, na exposição virtual ''Sertão Mundo''. Assim, no vídeo as pessoas poderão conhecer um pouco da instalação e, por meio  de um passo a passo super divertido, construir um origami de uma dessas aves que habitam o sertão,  lugar que possui uma biodiversidade e cultura tão únicas! Cada dia da oficina contará com até 10 participantes e seguirá os protocolos de segurança estabelecidos
Público: crianças a partir de 06 anos, adolescentes, jovens e adultos
Dias:  15 e 30 de janeiro, às 15h

Espaço aberto a educadores   

Dias: 18 e 22 de janeiro, às 10h

Público: professores e educadores (cada dia do evento contará com até 20 participantes e será necessária a inscrição prévia, disponibilizada nas redes sociais do museu).

O Planisfério! 

Dias: 22 e 29, às 15h

O planisfério é uma representação plana da esfera celeste, que permite indicar quais constelações podemos ver no céu noturno em qualquer dia e horário em Belo Horizonte. O planisfério utilizado na oficina foi produzido como parte integrante da Sertão Mundo, exposição virtual do Espaço do Conhecimento UFMG, que tem como referência o Sertão, este lugar tão característico e presente na obra do escritor João Guimarães Rosa.

Cada dia da oficina contará com até 10 participantes e seguirá os protocolos de segurança estabelecidos.
Público: crianças a partir de 07 anos, adolescentes, jovens e adultos

Em 2022, o Espaço do Conhecimento UFMG vai estimular ainda mais a  cultura, ciência, educação e entretenimento para todos os públicos! Acompanhe nossas redes sociais para acessar atividades, conteúdos e outras novidades. Os conteúdos virtuais  seguem a todo vapor!

Instagram: @espacoufmg
Twitter: @espacoufmg
Facebook: espacodoconhecimentoufmg/

A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), por meio do  Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes. Sua programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas, apresentações culturais, palestras e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o museu é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas Gerais. O Espaço integra a Diretoria de Ação Cultural (DAC) da UFMG, é amparado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com patrocínio do Instituto Unimed-BH*, viabilizado por mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores.

Sobre o Instituto Unimed-BH 

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais e ambientais visando a formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, ampliar o acesso à cultura, valorizar os espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$140 milhões por meio das Leis municipal e federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 7 mil postos de trabalho foram gerados e 3,9 milhões pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Neste ano, todas as iniciativas do Instituto celebram os 50 anos da Unimed-BH. Clique aqui e conheça mais sobre os resultados do Instituto Unimed-BH

Foto: Divulgação


Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.