Eventos

Espetáculo "Abarrotado"

Rua Januária, 68 - Centro, Belo Horizonte

Funarte MG

(31) 3236-7400

Gratuito

Quinta-feira, 11 de julho, às 20h30


Belo Horizonte é conhecida popularmente como a capital dos bares. O ambiente boêmio já faz parte da identidade cultural da cidade e integra a vida social de grande parte dos belo-horizontinos – e, agora, será o palco do novo espetáculo dos alunos do Curso Técnico em Teatro do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart). “Abarrotado”, peça ambientada em um boteco tipicamente brasileiro, retrata uma família abarrotada de desejos, sonhos e verborragias. Para celebrar o ano de formatura da turma da manhã, os alunos do Cefart apresentarão a montagem do espetáculo dos dias 4 a 14 de julho. Sob a direção da professora Renata Paz e co-direção das demais integrantes da Breve Cia. (Anair Patrícia e Amora Tito), e com dramaturgia de Amora Tito, a peça será encenada em duas semanas: de 4 a 7 de julho e de 11 a 14 de julho. As apresentações ocorrerão no Galpão 04 da Funarte-MG, no centro de Belo Horizonte, de quinta a sábado, às 20h30, e aos domingos, às 19h30. A classificação indicativa é de 16 anos e a entrada é gratuita, com retirada de ingressos a partir de 1h antes do início do espetáculo.

Embora seja bastante contemporâneo, “Abarrotado” traz elementos do teatro clássico, com personagens e diálogos bem definidos. O espetáculo conta a história de uma família que tem figuras fantásticas e, ao mesmo tempo, ordinárias e cotidianas, como um psicólogo que também é motoboy, uma costureira que também é influencer e uma vendedora que sonha em virar sambista no Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, também há elementos de realismo mágico, refletidos em personagens não-humanos como a Inteligência Artificial, a Música e a Morte. Ao retratar personagens de grupos marginalizados da sociedade, “Abarrotado” é uma denúncia carregada de poesia.

O Ministério da Cultura, o Governo de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, apresentam o espetáculo “Abarrotado”. As atividades da Fundação Clóvis Salgado têm Patrocínio Master da Cemig e Instituto Cultural Vale, Patrocínio Prime do Instituto Unimed-BH e da ArcelorMittal e correalização da APPA - Cultura e Patrimônio. Governo Federal, Brasil. União e Reconstrução.

Uma obra que requer olhos, ouvidos e corações atentos – Renata Paz, professora do Cefart e diretora da peça, explica que “Abarrotado” exigiu da direção uma escuta sensível e um olhar ampliado sobre denúncias em forma de poesia e risos da vida cotidiana. “Dirigir essa peça, que nasceu nessa turma, é também orquestrar desejos, garantir lugar de fala e de escuta, e que essas vozes sejam mais uma vez ecoadas no mundo, mesmo que no nosso, mesmo que entre as paredes pretas da sala de aula, na bilheteria do teatro e também nos corações de quem assiste. É uma família tipicamente brasileira abarrotada de mineiridades, malandragem e mandinga. Buscamos trazer o exercício do trabalho e do ócio no mesmo lugar de encontro. Estar atentes ao aqui e agora, reescrever o passado, plantar o presente e sonhar um futuro. Início, meio e início de novo. Como diz Conceição Evaristo, olhos, ouvidos e corações atentos”, relata.

O aluno Allan Visant ressalta que o espetáculo é uma consolidação do processo de aprendizagem proporcionado pelo Cefart. “A trajetória até aqui é o resultado de dois anos de dedicação e profissionalismo, e é muito gratificante poder colher esses frutos e saber que tudo foi feito com cuidado, carinho e muita dedicação. Mas, além de um resultado, é também uma soma, porque nós ainda estamos aprendendo. É o último ano, mas iremos montar dois espetáculos. Estamos finalizando o primeiro semestre com ‘Abarrotado’ e, no próximo, teremos uma outra peça, um outro resultado de uma outra soma. É muito bom estar passando por esse momento e estar cercado de profissionais e pessoas que têm o intuito de fazer acontecer. Isso nos dá coragem e segurança para seguir em frente”, conta.

Para Allan, intérprete de Laú – a Morte, que tem o intuito de levar alguém para o além –, todas as vezes em que um ator sobe no palco, ele se propõe a encarar um desafio, pois estar interpretando já é estar vulnerável. “Eu vejo o meu personagem também como algo desafiador, porque vai juntar duas coisas: estar no palco e dar voz e corpo para um ser. Isso também é uma potencialidade dessa montagem. É subir no palco com medo e frio na barriga, é encarar o público de frente com coragem e responsabilidade, é dar sua cara à tapa, é estar vulnerável. Tudo isso e muito mais que o teatro provoca na gente já é uma forma de nos potencializar, nos manter firmes de pé e acreditar nessa arte”, defende.

CEFART – O Centro de Formação Artística e Tecnológica da Fundação Clóvis Salgado é responsável por promover a formação em diversas linguagens no campo das artes e em tecnologias do espetáculo. Referência em formação artística, o Cefart possui amplo e inovador Programa Pedagógico para profissionalizar e inserir jovens talentos no mercado de trabalho da cultura e das artes. Diversas gerações de artistas e técnicos foram formadas ao longo dos quase 50 anos de atividades, com forte impacto no fazer artístico de Minas Gerais. São oferecidas, gratuitamente, oportunidades democráticas de acesso à formação cultural diversa, por meio de Cursos Técnicos, Básicos, de Extensão e Complementares, com grande repercussão social.

FUNDAÇÃO CLÓVIS SALGADO – Com a missão de fomentar a criação, formação, produção e difusão da arte e da cultura no Estado, a Fundação Clóvis Salgado (FCS) é vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Artes visuais, cinema, dança, música erudita e popular, ópera e teatro, constituem alguns dos campos onde se desenvolvem as inúmeras atividades oferecidas aos visitantes do Palácio das Artes, CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais – e Serraria Souza Pinto, espaços geridos pela FCS. A instituição é responsável também pela gestão dos corpos artísticos – Cia de Dança Palácio das Artes, Coral Lírico de Minas Gerais e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais –, do Cine Humberto Mauro, das Galerias de Arte e do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart). A Fundação Clóvis Salgado também é responsável pela gestão do Circuito Liberdade. Em 2021, quando celebrou 50 anos, a FCS ampliou sua atuação em plataformas virtuais, disponibilizando sua programação para público amplo e variado. O conjunto dessas atividades fortalece seu caráter público, sendo um espaço de todos e para todos.

Espetáculo “Abarrotado" – Montagem de formatura dos alunos do Curso Técnico em Teatro do Cefart
Data: Primeira semana: 4 a 7 de julho
Segunda semana: 11 a 14 de julho
Horário: De quinta a sábado, às 20h30
Domingo, às 19h30
Local: Galpão 04 - Funarte-MG
Rua Januária, 68 - Centro, Belo Horizonte - MG
Classificação indicativa: 16 anos
Entrada gratuita, com retirada de ingressos a partir de 1h antes do início do espetáculo
Informações para o público: (31) 3236-7400

Foto: Asscom FCS


Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.