Notícias

Estação Pátio Savassi debate a mulher contemporânea e a maternidade, no mês de maio (17/5)

Na busca por refletir o comportamento humano e a cultura, bem como ampliar o debate sobre a sociedade contemporânea, o projeto Estação Pátio Savassi promove, em maio, mais uma atividade da Biblioteca no Pátio Savassi - “A cidade pulsa, a psicanálise escuta”, parceria da Estação do Saber e a Escola Brasileira de Psicanálise – Seção Minas Gerais. O debate “A mulher e a maternidade na contemporaneidade” ocorrerá no dia 17 de maio (sexta-feira), às 19h, no anfiteatro (L2) do Shopping Pátio Savassi (Avenida do Contorno, 6061 – Savassi), com entrada franca. O tema será conduzido pela jornalista Maria Amélia Tostes e pela psicanalista Cristina Vidigal. O evento é uma realização da Estação do Saber, em parceria com a Escola Brasileira de Psicanálise de Minas Gerais (EBP/MG). As convidadas irão debater a visão das mulheres em relação à maternidade, trabalho, profissão e a “mãe ideal” no mundo atual. Segundo Maria Amélia Tostes, a proposta é discutir quais as referências simbólicas, afetivas e psíquicas que predominam nessas mulheres, em relação à maternidade. “Qual o grau de importância que elas conferem ao tema em suas vidas? Que relação estabelecem entre a maternidade e a profissão? O modelo de mãe ideal faz algum sentido para esse público?”, destaca Maria Amélia. De acordo com Cristina Vidigal, a divisão entre mãe e mulher tem sido uma questão muito trabalhada pela psicanálise. “Quando a nomeação de mãe responde a certo vazio, ou passa a ideia de que vem completar uma mulher? A importância da maternidade é inegável na vida das mulheres? Podemos, então, perguntar exatamente sobre a dimensão inconsciente de tal escolha?”, reforça a psicanalista. Sobre os palestrantes Maria Amélia Tostes – Jornalista com experiência de 20 anos na imprensa diária, especialmente, na área da saúde (Cooperativa Médica, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas da UFMG, Hospital Madre Teresa, Sindicato dos Médicos). Mestre com a dissertação “A Infância sem segredos: A noticiabilidade jornalística do crime de exploração sexual de crianças e adolescentes”. Cristina Vidigal - Psicanalista membro da Associação Mundial de Psicanálise (AMP) e da Escola Brasileira de Psicanálise (EBP); coordenadora, no Brasil, dos núcleos da Nova Rede CEREDA–(Centro de Pesquisa da Criança no Discurso Psicanalítico) e Supervisora no NIAB – (Núcleo de Investigação de Anorexia e Bulimia do Hospital das Clinicas de Belo Horizonte). Sobre as mediadoras Júlia Ramalho Pinto – Psicóloga, psicanalista, sócio-diretora da Estação do Saber, curadora do projeto Estação Pátio Savassi e do ETC-BH (Encontro de Twitteiros de Belo Horizonte). Lilany Pacheco - Psicanalista membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise. Doutora em Ciência da Saúde da Criança e do Adolescente.

Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.