Notícias

Semeando as canções no vento

Beto Guedes celebra 70 anos de idade e 50 de carreira em show inédito no Centro Cultural Unimed-BH Minas

No dia 23/10 (sábado), às 21h, o cantor e compositor Beto Guedes, um dos integrantes do Clube da Esquina, lendário movimento musical mineiro, apresenta, no Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas, o show “Beto Guedes in Concert”. Nesse evento, o artista, que celebra 70 anos de idade e 50 de carreira, relembrará as canções dos discos “Sol de primavera”, de 1979, “Amor de índio”, de 1978, e “A página do relâmpago elétrico”, de 1977. A abertura do show fica à cargo da neta de Beto Guedes, a cantora Júlia Guedes, acompanhada de seu namorado, o músico Pedro Volta. Os ingressos para a apresentação custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia), e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou no site Eventim. A classificação é livre e o uso de máscara é obrigatório. O show é uma realização e produção de Perla Horta.

Beto Guedes nasceu em Montes Claros, num berço musical. Filho de Godofredo Guedes, luthier, artista plástico, instrumentista, compositor de mais de 100 obras, dentre elas  a canção “Cantar”. Com a canção “Feira moderna”, parceria com Lô Borges e Fernando Brant, Beto participou do V Festival da canção. Em 1977, lançou seu primeiro disco, “A página do relâmpago elétrico”, que conquistou um número relevante de vendas. O maior sucesso de sua carreira, gravado por vários artistas da música nacional como Milton Nascimento, Djavan, Flávio Venturini, entre outros, dá título ao disco de 1978, “Amor de índio”. Mas foi em 1986, que Beto ultrapassou a marca de 200 mil cópias vendidas com o disco “Alma de borracha”. O alcance desse marco se deve à canção “Lágrima de amor”, uma das faixas do disco, foi inserida na trilha sonora da novela “Brega & Chique”, da TV Globo.

Acompanhado dos músicos Arthur Resende, na bateria, Adriano Campagnani, no baixo, Ian Guedes, na guitarra, e Will Motta, no teclado, Beto pretende, neste show, abordar com o público temas como a paz, a natureza e o amor, “cantos essenciais e cada vez mais necessários a um Brasil e a um mundo hoje tão distantes da delicadeza”, afirma o artista.

Centro Cultural Unimed-BH Minas no Circuito Liberdade

O Centro Cultural Unimed-BH Minas é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. Trabalhando em rede, as atividades dos equipamentos parceiros ao Circuito buscam desenvolvimento humano, cultural, turístico, social e econômico, com foco na economia criativa como mecanismo de geração de emprego e renda, além da democratização e ampliação do acesso da população às atividades propostas.

Serviço:

Data: 23 de outubro, sábado.
Horário: 21h.
Classificação: livre
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

COMPRE AQUI

É obrigatório o uso de máscara dentro do Teatro.

Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 13h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito.

Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.

Mais informações: (31) 3516-1360.

Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança.  O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

 

Foto: Divulgação / Assessoria

Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.